Atrofios #14 Hora de inverno

O horário de inverno serve para que as pessoas possam aproveitar o maior número de horas de sol possível durante o horário de trabalho (agricultura, construção civil…), mas para quem trabalha enfiado num escritório, num hospital, pouca diferença faz, e ainda menos para quem tem horário de saída depois das 17.30h…. Já escureceu e já. Por mim não mudava horário engrume, ainda por cima dorme-se 1h a menos! Grrrrr detesto horários inverno…

Anúncios

A Zara, a estrela e o homem mau (o homem mau não deixou vender o pijama)

Era uma vez uma notícia sobre uma camisola azul as riscas (riscas horizontais) de um pijama de criança, onde sobre o peito do lado esquerdo existia uma estrela dourada com 6 pontas (em cada ponta uma bola) a evocar um sheriff do velho oeste (escrito na estrela).
Mas para desespero de toda a criatividade humana, houve uma mente mais iluminada que qualquer outra que achou que, tal camisola de pijama não teria em si a intenção de representar a relação entre os irmãos Dalton e o Sheriff, mas sim um Judeu mal nutrido….
Pergunto eu:
– Porquê que a mente humana se preocupa em criar uma relação negativa com um qualquer referente histórico, isto é, se olho para a camisola e vejo uma estrela de Sheriff, porque é que um pseudo intelectual qualquer, vê ali uma Estrela de David?!

Moral da história, o Hitler viu muitos filmes de Cowboys, pois vestia os seus prisioneiros iguais aos irmãos Dalton.
O que é que isto interessa? Nada

IMG_2190.JPG

Odeio domingos!

Primeiro porque é um dia que para mim não é “quente” nem é “frio”… é morno!Não tem a azáfama dos dias da semana, nem o descanso do sábado (em que sabes que podes dormir até a hora que apetecer). O domingo é o dia em que tudo parte, o final do fim de semana, o final do repouso e para piorar a despedida… Há uns anos atrás o domingo à tarde era o momento da despedida do P. que mais uma semana ia para Coimbra, mais uma semana de ansiedade e espera… Entretanto o P. voltou e não houve mais despedidas de domingo durante uns tempos (poucos).

Há dois anos,voltaram as malfadadas despedidas de domingo à tarde! E hoje como todos os outros, mais uma vez, tive de me despedir da Little Sister! Uma tarde invernosa, um autocarro que não transmite confiança, numa estrada ainda menos fiável e um coração apertadinho até ouvir o som do telemóvel a avisar que finalmente chegou a Coimbra!

Os domingos não valem NADA!!!!!